CESCAGE promove Dia de Campo


O Dia de Campo deste ano contou com a participação do curso de Medicina Veterinária, fazendo assim a integração entre o setor agrícola e pecuário no evento.

O CESCAGE promoveu seu tradicional Dia de Campo no início do mês de março, na Fazenda Escola e, este ano, teve a participação do curso de Medicina Veterinária, além do curso de Agronomia. O evento foi um ponto de encontro da agropecuária para discutir e conhecer novas tecnologias que visam melhorar a rentabilidade e produtividade. Passaram pelo local mais de 600 pessoas entre produtores, técnicos, pesquisadores e acadêmicos que acompanharam palestras, visitas em estações e laboratórios. O coordenador geral pedagógico do CESCAGE, Dr. José Sebastião Fagundes Cunha, destaca que o Dia de Campo é um momento de transferência de tecnologia, pois leva ao produtor rural a possibilidade de adotar novas tecnologias para aumentar e otimizar a produção. “Essa transferência de tecnologia é tanto na agricultura como na pecuária. Apresentamos uma genética de ponta de ovinos, caprinos, suínos, e damos a oportunidade para aquele produtor que se dedica na atividade agropastoril ter acesso a um nível maior de informação”, salienta. Durante o evento foi aberto o laboratório de biotecnologia e os visitantes puderam conhecer todo o material de ponta que existe no mundo. “Temos o laboratório mais sofisticado do país, com laparoscopia, aspiradores, enfim, todos os aparelhos modernos para trabalharmos com o que tem de tecnologia de ponta. Assim, colocamos os serviços de nosso laboratório não só a disposição de visitantes, mas também dos produtores da região”, anuncia Fagundes. Já na área de agricultura, o coordenador destaca que o CESCAGE tem parceria com as principais empresas em desenvolvimento do país. “Aqui temos produção de soja, milho, feijão e o produtor pode ver o que existe de novo em sementes, implementos, ciclos de produção e produtividade. Portanto, o produtor pode tomar conhecimento do que existe de mais moderno na agropecuária”, destaca. O coordenador do curso de Medicina Veterinária, Raimundo Pereira, frisa que o conhecimento gerado na academia precisa ser transferido para as propriedades. “Temos que achar uma maneira de transferir o conhecimento passando o portão das faculdades, assim o Dia de Campo é uma ferramenta para isso. Dentro do nosso laboratório, as pesquisas de biotecnologia em manipulação de sêmen, embriões e agora a fertilização in vitro precisa ter sua aplicação prática na vida dos criadores e, desta forma, os ajudaremos a melhorar seus rebanhos”, destaca. Segundo ele, o ponto alto do curso de veterinária é a retomada do laboratório de Biotecnologia Cescage Genética. “No laboratório temos a produção de embriões e sêmen de caprinos e ovinos. Agora a central é reconhecida e autorizada pelo Ministério de Agricultura, o que nos permite fazer todo o trabalho de tecnologia de gametas e embriões dos pequenos ruminantes e, em breve, teremos isso expandido para os grandes ruminantes. Tanto, que já temos parceiros com seus animais na nossa propriedade como hóspedes das raças holandesa, Jersey e braford, para iniciarmos a produção de embriões”, anuncia o professor Raimundo. Segundo o coordenador do curso de Agronomia, Paulo Rogério Borszowskei, um dos idealizadores do evento, no Dia de Campo houve contribuições por parte das empresas parceiras, com as apresentações técnicas. Neste ano, o evento contou com a parceria das empresas Syngenta, Macponta, Magparaná, Valée, Aeroclube, Pontrale e Pionner. A integração entre os cursos de Agronomia e Medicina Veterinária foi um outro fator positivo lembrado pelo professor. “Para o próximo ano, os cursos potencializarão ainda mais suas ações, trazendo para o Dia de Campo mais empresas parceiras, workshop, demonstrações práticas de máquinas agrícolas, enfim, mais inovação e difusão tecnológica para o mercado agropecuário”, diz. Presente pela primeira vez em um Dia de Campo, o prefeito Marcelo Rangel parabenizou a organização do evento e destacou a importância da discussão da agropecuária, difundida pela faculdade entre acadêmicos, produtores e comunidade. “É a agricultura e a pecuária que farão o nosso país se reerguer desta crise e neste Dia de Campo, ao discutir o setor agropecuário, mostrar novas tecnologias, nos apresentando pesquisas importantes realizadas pelos acadêmicos, o CESCAGE mostra-se à frente, demonstrando ser uma grande instituição de ensino superior do Paraná”, disse o prefeito. O secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Presidente do Sindicato Rural de Ponta Grossa, Gustavo Ribas Netto, também presente no evento, elogiou a iniciativa do CESCAGE em aliar a pesquisa com questões práticas, como se faz no Dia de Campo. Ele entende que a pesquisa precisa chegar na ponta, ou seja, no produtor, para que ele possa utilizá-la da melhor maneira possível, trazendo ganhos para a agropecuária. “E esta integração, entre pesquisa e a prática, o CESCAGE faz muito bem”, disse o secretário. Ribas Netto afirma ver com bons olhos a iniciativa do CESCAGE na área da pecuária. “O Cescage está ampliando esse leque, partindo para setor pecuário, para caprinocultura, ovinocultura, setores que precisamos desenvolver e certamente teremos um excelente resultado”. Ele Ele acredita que é muito importante que as instituições de ensino estejam juntas com o Sindicato Rural. “Temos essa parceria com o Cescage e queremos afinar e ampliar. Portanto, elogio essas ações onde a instituição abre suas portas e mostra a tecnologia ao produtor,.”, desta o presidente. O coordenador pedagógico do CESCAGE, José Sebastião Fagundes Cunha, avisa que aquele produtor que por um fator ou outro não pode participar do evento pode entrar em contato com os professores Raimundo de veterinária e Paulo de Agronomia. “Fica o convite para os produtores nos procurarem pelo site do CESCAGE e agendar uma visita, pois nossos professores terão o maior prazer em atender”, destaca. Serviço: Maiores informações sobre o assunto podem ser encontradas no site: http://cescage.edu.br.

Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 por Sindicato Rural de Ponta Grossa