Reprogramação em camionetes e máquinas agrícolas, ganho de potência e economia

 Com a reprogramação ou a famosa “chipagem”  os veículos podem apresentar ganhos de 15% a 30% de potência, e economia que pode chegar em até 50% com o Software da Strike Brasil.

 

 

Quem nunca pensou em melhorar a potência do seu veículo ou equipamento agrícola? Podem ser desde veículos leves como carro, motos, jet-skis, camionete e em máquinas agrícolas. Agora em Ponta Grossa foi aberto a franquia da Strike Brasil, que atende esse segmento em toda a região dos Campos Gerais. A Strike Brasil, com aproximadamente 12 unidades no Brasil e uma filial internacional, nasceu em 2011 na cidade de Ponta Porã-MS, com a ideia de fornecer peças exclusivas, que não estavam disponíveis no Brasil, para personalização de camionetes. Na sequência, a empresa se especializou em reprogramação de injeção eletrônica, que ajuda a dar ganho de potência em diversos motores.
O técnico agrícola e acadêmico de agronomia, Carlos Augusto da Silva, comenta que tem feito esse tipo de trabalho em máquinas agrícolas que, segundo ele, tem aumentado tanto o rendimento do equipamento quanto o ganho de economia do combustível. “Isso é feito através de um software que reprograma o equipamento original. Esses dados são enviados para um servidor com dados desenvolvidos por uma equipe especializada de engenheiros na Inglaterra e outra na Alemanha e segue o mesmo padrão de qualidade europeu”, explica. Ele relata que cada equipamento possui um software específico para não causar danos ao motor. “A reprogramação da injeção eletrônica não prejudica o motor, pois nossos programas sempre respeitam a margem de segurança deixada pelo fabricante. Como essa margem é respeitada, o motor, freios, transmissão, entre outros, só são submetidos às condições já previstas pela fábrica. A vida útil do conjunto não é alterada. As funções de proteção como, por exemplo, o diagnóstico do veículo, não são afetadas. As trocas de óleo e manutenção devem ser respeitadas como indicado no manual”, esclarece Carlos Augusto. Quanto ao tempo para realizar o trabalho é aproximadamente de duas horas e pode ser feito no campo, sem precisar vir para a cidade. “No sistema AgroPower temos a unidade móvel e vamos até a propriedade para realizar o serviço”, revela.
O gestor ambiental, Thiago Sebastião Fernandes Ruths, salienta que um trabalho como este não cria problema para o equipamento se o proprietário fizer regularmente as revisões recomendadas. “Este tipo de serviço não prejudica o equipamento, porém pode ser que alguma peça tenha defeito de fabricação. Segundo Thiago, eles trabalham com dois tipos de software para a área agrícola, um voltado para economia e outro voltado para o desempenho da máquina, que depende da necessidade do produtor. “Pois existem máquinas que já têm força sobrando, porém não são econômicas, para isso, um dos softwares resolveria esse problema, focando na economia de combustível. Já quando precisam de força, colocamos o Software de desempenho, o qual dará mais força ao equipamento”, descreve.
O empresário Albert Vriesman, explica que grande parte das máquinas agrícolas, da mesma categoria, possui o mesmo motor, porém com potências diferentes, mas que, realizando a reprogramação, o produtor pode recuperar o investimento em algumas horas de serviço realizado, ganhando potência, economia e maior rendimento. “Com o nosso software, o produtor também pode ter uma economia em relação ao custo do equipamento, caso fosse adquirir uma nova máquina agrícola apenas pela potência. Cito, por exemplo, geralmente um cavalo de máquina agrícola, dependendo da marca da mesma, pode chegar a mais de R$ 1,5mil. Já usando o Software da Strike, conseguirá ter um ganho de até 30% onde deverá gastar no máximo “R$ 5.500”, não havendo necessidade de realizar a troca para uma potência maior”, finaliza o empresário.
Serviço: Quer saber mais sobre o assunto, e comprovar esses resultados? Visite a loja em Ponta Grossa, localizada na Rua Jacob Holzmann nº115, Olarias. E também a página http://strikebrasil.com.br/ ou pelos fones 42 9.8407-8521, 42 9.9104-9145 e 42 9.8407-8522.

Please reload

Please reload

Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 por Sindicato Rural de Ponta Grossa