Show Tecnológico da Fundação ABC: ponte entre tecnologia e produtores


A 20ª edição do Show Tecnológico de Verão da Fundação ABC reuniu aproximadamente 3 mil pessoas que puderam conhecer de perto as melhores tecnologias da atualidade.

O Show Tecnológico da Fundação ABC chegou à sua 20ª edição, sendo uma ponte de conhecimento entre pesquisadores e produtores. O evento apresentou novas tecnologias da Fundação ABC, IAPAR, entre outros centros de pesquisas e também de diversas empresas do agronegócio. O evento tecnológico se firma pela difusão das tecnologias agropecuárias disponíveis e em desenvolvimento, e por ser um dos principais institutos de pesquisa agropecuária do país: a Fundação ABC e demais empresas atuantes no Brasil e no mundo, em torno da produção de alimentos e forragem. A intenção do evento é apresentar alternativas de produção e os avanços tecnológicos desenvolvidos através das pesquisas que a Fundação ABC faz e também apresentar as novidades que as principais empresas do ramo estão lançando no mercado. Neste ano, passaram pelo evento nos dois dias, 2673 pessoas. Foram 1223 no primeiro dia e 1450 no segundo. Na pesquisa de avaliação do evento, os números positivos mostram que a ABC trilha pelo caminho certo. Quanto à organização do evento, a média final foi de 9,08, numa escala de 5 a 10. Já para as palestras da fundação, o resultado final teve uma média de 9,5! Quando os entrevistados eram perguntados sobre que nota dariam ao evento, de uma forma geral, a média final foi de 9,32. O diretor presidente da Fundação ABC, Andreas Los, acredita que o evento é importante para toda a cadeia produtiva, porque coloca os produtores, pesquisadores e empresas em um único local e isso é uma oportunidade de transferência de conhecimento e, ao mesmo tempo, de negócios. “Trazemos e mostramos neste espaço o que está acontecendo na agricultura e os conhecimentos gerados pela Fundação. A cada ano o público de produtores, acadêmicos e empresas parceiras só vem crescendo e isso mostra a força deste encontro tecnológico”, ressalta. Ele fala ainda que o conhecimento e a troca de experiência faz o agronegócio crescer na região. “Cada setor da Fundação tem seu assunto para ser desenvolvido e neste ano o foco foi desenvolvido em torno de cuidados com as doenças e agrometeorologia”, frisa o presidente. Ele salienta que a tecnologia é importante para que o produtor possa ter altos índices de produtividade e, ao mesmo tempo, preservar o meio ambiente.

EXPOSITORES - O representante da Nidera Sementes, Edson Proença Junior, ressalta que é significativa a participação no Show, pois a empresa tem um contato mais próximo com o produtor e mostra os trabalhos desenvolvidos por ela. “Aqui nós podemos plantar no campo experimental e mostrar nossos produtos que estão entrando no mercado. Portanto, é a hora de posicionar no portfólio com novos materiais genéticos, pois o fluxo de produtores de toda a região e de estados vizinhos é muito grande. Sem contar que são pessoas interessadas em tecnologias, pois sabem a diferença que isso faz na propriedade”, evidencia Edson. “Aqui colocamos novos híbridos de milho e soja de ciclos, sejam curtos ou longos, e assim mostramos ao agricultor nossa variedade, para que ele possa planejar adequadamente a safra de sua propriedade”, frisa. Segundo ele, um dos destaques da empresa é a NS 5445PRO, que é um material interessante para a região, pois é de ciclo rápido, de 120 a 125 dias. “É um material que há três anos estamos trabalhando e vem evoluindo muito bem, pois o produtor está plantando mais cedo, no início de outubro, e colhendo mais cedo. Com isso estamos diminuindo uma aplicação de fungicida, sem contar a produtividade, pois libera a área mais cedo para outra cultura, tem um bom preço de frete em janeiro e, além disso, o produtor pode comercializar essa soja mais cedo”, enfatiza Edson Júnior. O departamento comercial da Itatinga Calcário, Marijke Morsink, relata que é o segundo ano consecutivo que a empresa participa e destaca que o evento é uma ótima oportunidade de negócio e aproximação com os clientes. "Quem vem ao Show Tecnológico sempre está em busca de novas tecnologias para melhorar a produtividade e rentabilidade de suas propriedades. Os produtores que nos visitaram se mostraram muito interessados em nossos produtos, principalmente pela qualidade do nosso calcário dolomítico. Tivemos um ótimo público durante todos os dias”, relata. Para esse ano de 2017 a Itatinga Calcário fez um convênio com o Banco do Brasil, onde o produtor tem à sua disposição um financiamento para aquisição de calcário. "Essa modalidade de financiamento engloba tanto o frete quanto a compra do calcário e sua aplicação, uma ótima oportunidade para o produtor corrigir seu solo e melhorar seus índices de produtividade”, destaca Marijke. Ela salienta que a Itatinga Calcário, além do calcário dolomítico seco, possui também o Calcário dolomítico Friável (úmido por natureza), um produto que não tem deriva na hora de espalhar. “Esse é um produto que pode ser armazenado no tempo, pois não absorve água da chuva, podendo ser aplicado diretamente após a chuva sem problema com aderência”, explica. A Itatinga Calcário está no mercado há 30 anos e seus produtos vêm ajudando a melhorar a produtividade do homem do campo. O acadêmico de agronomia, Tiago Fernando Pereira, disse que veio através da unidade da Cooperativa Capal de Itapeva para conhecer as novidades da edição deste ano. “Não tinha vindo neste evento e estou gostando dos campos experimentais e das palestras que pudemos participar. Aprendi muita tecnologia por aqui e vou depois pesquisar mais afundo esse conhecimento que me foi despertado, para aplicá-lo em nossa propriedade e, no futuro, aos meus clientes”, explica o acadêmico. AGENDA - A Fundação ABC já definiu a data para 2018. O 21º Show Tecnológico Fundação ABC, acontecerá nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2018, no Campo Demonstrativo e Experimental de Ponta Grossa, a partir das 8 horas, com entrada gratuita. Mais informações (42) 3233-8600.

Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 por Sindicato Rural de Ponta Grossa