Lideranças rurais de todo o Paraná se reunem para discutir a sustentabilidade dos sindicatos rurais

A diretoria da FAEP e a superintendência do SENAR-PR estão percorrendo o Estado para apresentar um programa de trabalho e ouvir as demandas dos sindicatos rurais.

 

A diretoria da FAEP e a superintendência do SENAR-PR visitaram ao todo sete regiões do estado para ouvir dos líderes e presidentes dos sindicatos as demandas e anseios do setor e também para apresentar um programa de trabalho para a sustentabilidade do sistema sindical rural paranaense.
A iniciativa se deu por causa do término da contribuição sindical compulsória, que passou a ser facultativa a partir da Reforma Trabalhista, que entrou em vigor em novembro de 2017 e impôs um novo desafio para o sistema sindical.
Na reunião, ocorrida em Ponta Grossa, compareceram 21 sindicatos rurais  tendo como objetivo central promover a troca de ideias entre sindicatos, Federação e SENAR-PR, em busca de soluções conjuntas para enfrentar os desafios atuais. “Temos que construir um novo sistema. Precisamos ser bons prestadores de serviços para que o produtor saiba que pode contar conosco”, afirmou o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette. Segundo ele, é central neste processo que a comunidade rural paranaense saiba da importância do trabalho desenvolvido pela Federação na construção de políticas favoráveis ao setor produtivo. “Será que o produtor tem consciência disso? ”, questionou.

 

Ele destaca também, que o objetivo é preparar os sindicatos a exemplo de outras entidades que trabalham sem nenhum recurso compulsório. “A nossa ideia é formar todos os nossos sindicatos em uma agência de prestadores de serviços para o nosso produtor rural, porém só para aqueles que são sócios. Estamos assinando diversos convênios para ampliar o nosso leque de atendimento. Um dos exemplos é o convênio que assinamos em Ponta Grossa, com a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). O acordo habilita os sindicatos rurais do Estado a expedirem Guia de Trânsito Animal (GTA), registro de vacinação, emissão de taxas e outros documentos que até então eram realizados apenas pela Adapar e outros órgãos municipais.”, explica o presidente. Além disso, ele relata que outros convênios estão sendo analisados, entre eles a emissão de nota eletrônica, Incra, IAP, Coban, entre outros.
Para o diretor-presidente da Adapar, Inácio Kroetz, esta é uma parceria “ganha-ganha”, onde os signatários terão benefícios mútuos. “Os sindicatos estarão prestando um grande serviço para a defesa sanitária do Estado, e isto também é de interesse dos produtores rurais”, observou.
REINVENÇÃO - Para o superintendente do SENAR, Geraldo Melo Filho, o momento é de reinvenção e discussão de atuação. “O momento vem fazer com que o sistema reflita como tem atuado e que rumo deve tomar para continuar sua atuação, força e representatividade. O SENAR vem dando apoio nesta discussão e analisando de que forma ele pode participar dando suporte na formação deste sistema. Acreditamos que um novo modelo deve surgir e melhorar o atendimento dos serviços ao produtor paranaense.”, espera Melo Filho.
O presidente do Sindicato Rural de Ponta Grossa, Gustavo Ribas Netto, destaca que o evento fez uma reflexão e estimulou os sindicatos a uma reinvenção. “Os sindicatos rurais por muitos anos foram custeados por uma contribuição obrigatória onde todos os produtores estavam forçados a pagar. Agora não. Portanto, acredito que os serviços serão cobrados e quem for sócio contribuinte voluntário terá alguns benéficos e uma tabela de descontos e quem não for terá um valor diferente. Com isso, queremos ampliar a nossa base de sócios, pois algumas demandas necessitam de profissionais habilitados a exemplo de advogados, contadores, entre outros para podermos continuar assessorando o nosso produtor. Não podemos esquecer que o Sindicato continuará com sua representação legal e, portanto, é através dele que o acordo coletivo de trabalho será firmado, além de outras questões junto ao governo e judiciário, pois o sindicato representa uma categoria e somente ele, perante a lei, tem força de negociação.”, argumenta o presidente.

 

Baixe no aplicativo

 

Revista Mais Rural! A revista do produtor rural.

Agora também no formato digital para Android e IOS.

Você pode baixar o aplicativo e conteúdo gratuitamente.

Assim, você terá conteúdo interativo com vídeos, fotos e áudio.

App no Gplay:
https://play.google.com/store/apps/details?id=com.magtab.REVISTAMAISRURAL

App no iTunes:
https://itunes.apple.com/app/revista-mais-rural/id1294288078?ls=1&mt=8

 

 

 

 

 

Please reload

Please reload

Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 por Sindicato Rural de Ponta Grossa

Sindicato Rural de Ponta Grossa - Pr

Tel: (42) 3222-4945