Pecuaristas adotam “cercas virtuais” para grandes rebanhos

Um grupo de cinco pecuaristas adotou “cercas virtuais” para grandes rebanhos comerciais de ovelhas nas regiões montanhosas da Escócia.

Já testado em outros países com outras espécies, o sistema usa uma coleira para gerenciar o movimento do rebanho via GPS, computação em nuvem e software on-line em substituição às cercas físicas.

Os agricultores estabelecem um “limite” no mapa de seu smartphone e, quando um animal se aproxima da “cerca virtual’, a coleira dá alertas sonoros e um leve pulso elétrico se o animal continuar.

Segundo o site norte-americano Innovative Farmers, os primeiros testes mostraram que os animais permaneceram nas áreas determinadas e trouxeram bons resultados.

A cerca virtual também já havia sido testada em vacas na Nova Zelândia, Austrália e Noruega, mas ainda não em um rebanho comercial em grande escala como dos escoceses.

Benefícios da cerca virtual

Para Malcolm MacDonald, especialistas do Rural College da Escócia (SRUC), as cercas virtuais são práticas (eliminam a mão de obra de instalação), muito mais baratas, exigem quase zero manutenção, bem-estar animal e, até mesmo, mais seguras.

Se de fato a tecnologia for robusta, pode ser uma ferramenta contra o abigeato no Brasil, grande preocupação de pecuaristas no país.

“A tecnologia economiza tempo e mão de obra, pode proteger áreas ambientalmente sensíveis e melhora o gerenciamento do rebanho, até mesmo quanto à segurança, pois os produtores podem monitorar cada animal por smartphone”, disse.

Segundo Dr. Tony Waterhouse, consultor do projeto, a pesquisa mostra que o rebanho “entende” o sistema em 24 horas e não é estressado por ele. “Pelos resultados encontrados

até agora, acho que o sistema também é melhor para o bem-estar animal do que os sistemas baseados em arame”, observou.

Opções no mercado

As opções atuais mais próximas ao mercado são ‘NoFence‘ na Noruega e ‘e-shepherd‘ na Austrália e Nova Zelândia, com outras em desenvolvimento.

“A tecnologia está nos estágios iniciais de adoção em lugares como a Nova Zelândia e a Noruega e faz total sentido em facilitar o manejo de pastagens extensas na Escócia e outros países”, comentou MacDonald.


Canal Rural: https://agevolution.canalrural.com.br/pecuaristas-testam-cercas-virtuais-para-grandes-rebanhos/


Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 por Sindicato Rural de Ponta Grossa