Sindicato Rural de Ponta Grossa tem reunião sobre produção de queijos artesanais

July 8, 2020

 

 

Nesta quarta-feira (08), o Sindicato Rural de Ponta Grossa, através do nosso presidente Gustavo Ribas Netto, recebeu representantes do IDR Paraná (Luciane Curtes e Rafael Moreira), SEAB Ponta Grossa (Marcelo Hupallo), ADAPAR Curitiba (Priscila Cavalheiro Marcenovicz) e Escola Tecnológica de Leite e Queijos da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Aline Alberti), para uma conversa através de uma vídeo conferência, que trata de assuntos relacionados a alimentos produzidos na região dos Campos Gerais, em especial o queijo artesanal.

 

Neste encontro tivemos a oportunidade de discutir a importância da produção artesanal dos queijos da nossa região, em especial o tipo "Porungo" que é muito tradicional no município de Ponta Grossa. Um dos pontos principais da conversa foi valorizar a produção desta qualidade de queijo, bem como iniciar um estudo para identificar e qualificar os produtores deste produto.

No mesmo conceito dos queijos artesanais produzidos há mais de 200 anos na Serra da Canastra em Minas Gerais, a ideia é criar um produto específico da nossa região, diferenciado e artesanal, sendo assim com sabor característico da localização geográfica onde é produzido, como clima, água, pasto, etc.

 

"O encontro de hoje, foi muito produtivo, pois é um primeiro passo para trazer melhorias para esta classe e ao mesmo tempo o nosso objetivo é incentivar os produtores da nossa região que se profissionalizem, aprimorando a produção dos seus produtos e disponibilizando no mercado um queijo artesanal de qualidade e com sabor regional", destacou Gustavo.

 

O conceito

O Queijo Canastra é um tipo de queijo brasileiro, de origem e produção de Minas Gerais, na região da Serra da Canastra. Produzido há mais de duzentos anos, ele é primo distante do queijo de São Jorge, Açores, Portugal, trazido pelos imigrantes da época do Ciclo do Ouro. O clima, a altitude, os pastos nativos e as águas da Serra da Canastra dão a esse queijo um sabor único: forte, meio picante, denso e encorpado. Desde maio de 2008 o queijo canastra é patrimônio cultural imaterial brasileiro, título concedido pelo IPHAN, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. (Fonte: Wikipédia)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Please reload

Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 por Sindicato Rural de Ponta Grossa