Clima irregular: Mudanças rápidas nos termômetros devem continuar em todo o sul


Após enfrentar a passagem de mais um ciclone, o produtor da região sul do Brasil vai ter quedas nas temperaturas, com possibilidade de geadas nos próximos dias. A previsão do tempo indica que as temperaturas devem continuar oscilando em todo sul do país, até pelo menos a entrada da segunda quinzena de julho.

Segundo Francisco de Assis Diniz, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as oscilações nas temperaturas neste Inverno chamam atenção porque as variações e ventos vindo do Norte também estão mais intensos na atmosfera. "Além da mudança nas temperaturas, já choveu o dobro do que era previsto pela climatologia no Rio Grande do Sul", afirma Francisco.

Os mapas de risco de geadas para a próxima madrugada do Inmet, sinalizam geadas de fraca à moderada em todas as regiões do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e geadas com intensidade fraca para o Centro-Sul do Paraná.

Os modelos de previsão de temperatura para as próximas 24 horas indicam um declínio de pelo menos 4 graus no Rio Grande do Sul, onde as mínimas devem ficar entre 4 e 6 graus. As mesmas temperaturas são esperadas para Santa Catarina, já no Paraná, as mínimas tendem a ficar mais elevadas, entre 12 e 14 graus em todo o estado.

Dando continuidade às irregularidades, para o sábado já é previsto um aumento nas temperaturas mínimas. Segundo o Inmet, durante o final de semana, os termômetros devem registrar minímas de 14 graus e máximas podem chegar até 18 graus em algumas áreas do Sul do Brasil.


Chuvas dão leve trégua


Após cinco dias com chuvas volumosas no sul do Brasil, as previsões do tempo indicam uma trégua de pelo menos quatro dias em toda a região. De acordo com o modelo Cosmo, um novo sistema deve avançar para o Rio Grande do Sul a partir de domingo (12), voltando as condições de chuvas para o estado.


Os volumes mais significativos são esperados para o leste do RS, entre 20 e 40 mm de precipitação. Até a manhã desta quinta-feira (9) o modelo apontava que o sistema deve passar de forma rápida pela região e com chuvas restritas apenas para o RS.




Segundo dados coletados pelas estações meteorológicas do Inmet, o Rio Grande do Sul recebeu as maiores chuvas, com acumulados de até 200 milímetros na região norte. As chuvas também foram intensas também em Santa Catarina, onde as precipitações ultrapassaram os 60 mm. Já no Paraná, conforme era previsto, choveu apenas na região sul, com volumes entre 15 e 20 mm.


https://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/clima/263464-clima-irregular-mudancas-rapidas-nos-termometros-devem-continuar-em-todo-o-sul.html#.XwcoWW1Ki1s

Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 por Sindicato Rural de Ponta Grossa