top of page

Açúcar recua mais de 1,5% nas bolsas de NY e Londres com petróleo nesta tarde de 2ª

Publicado em 13/02/2023

Mercado também acompanha as expectativas positivas com a safra 23/24 do Centro-Sul do Brasil

Os contratos futuros do açúcar caíam mais de 1,5% nas bolsas de Nova York e Londres nesta tarde de segunda-feira (13). O mercado sente pressão da desvalorização do petróleo, além das expectativas positivas com a safra 2023/24 do Centro-Sul do Brasil.

Por volta das 13h07 (horário de Brasília), o açúcar do tipo bruto tinha desvalorização de 1,90% no principal contrato na Bolsa de Nova York (ICE Futures US), a 19,66 cents/lb. Já no terminal de Londres, o recuo era de 1,43%, a US$ 558,80 a tonelada.

O mercado do petróleo tinha queda leve nesta tarde nas bolsas externas em meio temores com a demanda pelo óleo. As oscilações do óleo impactam na decisão das usinas do Brasil por produção açúcar ou etanol, que é um substitutivo da gasolina.



Além disso, as expectativas são muito positivas com a safra 2023/24 do Centro-Sul, a principal região produtora do Brasil, o que contribui para uma pressão no mercado. Chuvas volumosas têm sido registradas na região produtora nos últimos dias.

Na safra atual, a União da Indústria de Cana-de-Açúcar e Bioenergia (Unica) divulgou que o acumulado de produção de açúcar desde o início da safra 2022/2023 totalizou 33,50 milhões de toneladas, contra 32,06 milhões de toneladas do ciclo anterior (+4,49%).

Por outro lado, na Ásia, há suporte diante de informações de que o clima tem impactado a safra da Índia.


Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas
2 visualizações
bottom of page