B3 segue recuando e milho cai mais de 1% nesta 5ªfeira

Publicado em 21/07/2022

Chicago estende perdas esperando chuva nos EUA

Os preços futuros do milho seguem recuando na Bolsa Brasileira (B3) ao longo desta quinta-feira (21). As principais cotações recuavam mais de 1% e flutuavam na faixa entre R$ 83,70 e R$ 89,63 por volta das 11h49 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/22 era cotado à R$ 83,70 com desvalorização de 1,68%, o novembro/22 valia R$ 86,19 com queda de 1,41%, o janeiro/23 era negociado por R$ 88,55 com perda de 1,28% e o março/23 tinha valor de R$ 89,63 com baixa de 1,13%.

Mercado Externo:

As movimentações baixistas também seguem presentes na Bolsa de Chicago (CBOT), onde os preços internacionais do milho futuro permanecem recuando por volta das 11h41 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/22 era cotado à US$ 5,80 com baixa de 12,00 pontos, o dezembro/22 valia US$ 5,78 com perda de 12,00 pontos, o março/23 era negociado por R$ 5,84 com queda de 11,75 pontos e o janeiro/23 tinha valor de R$ 5,88 com desvalorização de 12,00 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços do milho continuaram a cair ainda mais abaixo da referência de US$ 6 por bushel durante a noite, já que as previsões de médio prazo sugerem que o clima mais favorável ajudará a fechar um julho escaldante, à medida que a safra entra na fase crítica de polinização.

O analista BenPotter ainda destaca que, na maior parte, os preços estão em uma queda bastante consistente desde o final de abril e início de maio, quando os contratos futuros de dezembro atingiram brevemente US$ 8 por bushel.

Por: Guilherme Dorigatti

Fonte: Notícias Agrícolas

Siga-nos
  • Facebook Basic Square