Emprego no agro cresce no 1º trimestre com expectativa de safra recorde.

Foram 65.575 novas vagas, 4% a mais do que em todo o ano de 2020, mostra o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

A economia brasileira vive uma fase complicada, com desemprego em alta. Mas, no campo, os negócios estão aquecidos e as contratações aumentaram bastante no primeiro trimestre deste ano.

Foram 65.575 novas vagas entre janeiro e março de 2021, 4% a mais do que em todo o ano de 2020, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O volume de contratações na agropecuária tem explicação. Segundo o último levantamento da Conab, o Brasil deve produzir mais uma safra recorde de grãos. Com mais demanda, é preciso de mais trabalhadores.