top of page

Exportação de milho em apenas 8 dias de fev/23 já é 60% maior do que todo o registrado em fev/22

Publicado em 13/02/2023


Volume já passa do 1,2 milhão de toneladas e tem média diária de embarque 291% do que mesmo mês do ano passado Em apenas 8 dias úteis, o mês de fevereiro de 2023 já contabilizou mais exportações de milho do que todo o período de fevereiro de 2022. De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), o Brasil exportou 1.265.996,9 toneladas de milho não moído (exceto milho doce). Sendo assim, o volume acumulado nos 8 primeiros dias úteis do mês já representa 64,75% mais do que o total de 768.396,6 toneladas que foram exportadas durante todo o mês de fevereiro de 2022. Com isso, a média diária de embarques ficou em 158.249,6 toneladas, o que na comparação ao mesmo período do ano passado, representa elevação de 291,3% com relação as 40.441,9 do segundo mês de 2022. Para o total de fevereiro, a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) estima que o Brasil já exportar 2,29 milhões de toneladas, crescendo 1,77 milhão ante 2022. “Para fevereiro, o mercado começa a trabalhar mais com a soja, a principal commodity do Brasil, maior produtor e exportador global”. Para atingir esta projeção, seriam necessárias mais 1,03 milhão de toneladas exportadas no restante de fevereiro de 2023, o que seria facilmente batido caso a atual média diária de embarques se mantenha. Em termos financeiros, o Brasil arrecadou um total de US$ 405,416 milhões no período, contra US$ 205,805 milhões de todo fevereiro do ano passado. O que na média diária, deixa o atual mês com aumento de 367,9% ficando com US$ 50,677 milhões por dia útil contra US$ 10,831 milhões no último mês de fevereiro. Outra elevação apareceu no preço por tonelada obtido, que subiu 19,6% no período, saindo dos US$ 267,8 no ano passado para US$ 320,20 no mês.

Clique AQUI, entre no grupo do WhatsApp do Notícias Agrícolas e receba em primeira mão as principais notícias do agronegócio


Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas
1 visualização
bottom of page