Preços da agropecuária tem movimento de queda no decorrer de dezembro

Neste ano pandêmico anormal que vai caminhando para o seu encerramento, a expectativa dos segmentos que compõem os diversos elos da agropecuária era de que a primeira quinzena de dezembro proporcionasse um aquecimento de consumo próprio do período de preparação que antecede as festas de Natal e encerramento do ano.

Mas o movimento tem sido contrário e o comércio não tem demonstrado o apetite esperado pelos produtores. Com a retração no consumo, os compradores estão mais reticentes na aquisição de mercadoria e isso tem impactado numa disponibilidade maior de produto na base de produção com consequente involução das cotações.

Entre os produtos, boi e suíno vivos experimentaram redução de preços maior que a verificada nos ovos. O Frango vivo permanece com preços estabilizados, mas já apresentando negócios com fechamentos favorecidos aos compradores. Para efeito comparativo, o frango abatido no grande atacado sofreu redução intermediária entre boi e suíno, na casa dos 3,1%.


A boa notícia é a redução mais expressiva na aquisição do milho, principal matéria-prima utilizada na avicultura e suinocultura. O farelo de soja também aponta para redução nos preços de comercialização.

Embora essa redução nos grãos contribua momentaneamente com o setor de avicultura e suinocultura, o acumulado no ano mostra que a avicultura de corte e postura não conseguiu acompanhar o aumento no custo de produção, trabalhando com preços onerosos na maior parte do ano.


https://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/granjeiros/275534-precos-da-agropecuaria-tem-movimento-de-

queda-no-decorrer-de-dezembro.html#.X89q-GVKi1s

Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 por Sindicato Rural de Ponta Grossa