Sexta-feira segue extremamente positiva para preços futuros do milho nas Bolsas

Publicado em 29/07/2022

B3 sobe mais de 1% o ultrapassa os R$ 90,00 enquanto CBOT sobe mais de 15 pontos

Os preços futuros do milho seguem operando no campo positivo da Bolsa Brasileira (B3) ao longo do pregão desta sexta-feira (29). As principais cotações subiam mais de 1% e flutuavam na faixa entre R$ 89,65 e R$ 95,31 por volta das 12h07 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/22 era cotado à R$ 89,65 com valorização de 1,47%, o novembro/22 valia R$ 91,68 com alta de 1,38%, o janeiro/23 era negociado por R$ 94,17 com ganho de 1,43% e o março/23 tinha valor de R$ 95,31 com elevação de 1,39%.

Mercado Externo

As movimentações altistas também permanecem presentes para os preços internacionais do milho futuro, que subiam mais de dois dígitos na Bolsa de Chicago (CBOT) por volta das 12h02 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/22 era cotado à US$ 6,23 com elevação de 8,25 pontos, o novembro/22 valia US$ 6,27 com valorização de 8,50 pontos, o janeiro/23 era negociado por US$ 6,33 com alta de 8,50 pontos e o março/23 tinha valor de US$ 6,37 com ganho de 8,50 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços do milho em setembro/22 devem terminar a semana quase US$ 0,52/bushel mais altos, o que, se realizado, será seu maior ganho semanal em sete anos.

“A safra de milho da França teve uma queda nas classificações durante a noite, enquanto uma onda de calor continua a assar a Europa. A safra dos EUA enfrenta temores semelhantes de estresse por calor na próxima semana e a combinação dos dois fatores elevou os preços futuros”, aponta a analista Jacqueline Holland.

Por: Guilherme Dorigatti

Fonte: Notícias Agrícolas

Siga-nos
  • Facebook Basic Square