top of page

Soja: Às vésperas do feriado nos EUA, Chicago continua estável no pregão desta 4ª feira

Publicado em 23/11/2022

O mercado da soja segue trabalhando com estabilidade nesta quarta-feira (23) na Bolsa de Chicago. Perto de 12h10 (horário de Brasília), as cotações subiam de 0,25 a 0,50 nos principais vencimentos, à exceção do maio, que perdia 1 ponto e era cotado a US$ 14,45 por bushel. Às vésperas do feriado nos EUA, em comemoração ao Dia de Ação de Graças, o mercado de grãos continua com oscilações tímidas.

O clima na América do Sul segue no centro das atenções. Há um ritmo mais lento do plantio sendo registrado no Brasil neste momento, por conta da falta de chuvas em alguns pontos do país, em especial no Centro-Oeste. Assim, já se fala em produção menor em alguns estados, como Mato Grosso e Goiás, por exemplo.

Na Argentina, o que se observa agora é dos maiores atrasos em 20 anos por conta do tempo muito seco que também não permite não o avanço dos trabalhos de campos.


Assim, ambos os fatores dão suporte aos preços da soja, inclusive mantendo-as acima dos US$ 14,00 por bushel. E isso, principalmente, porque a demanda está um pouco mais frágil por agora, sobretudo em função do agravamento da pandemia de Covid-19 na China. O consumo da oleaginosa preocupa, bem como de todas as outras commodities.


Ainda assim, o mercado recebeu nesta quarta a informação de uma venda de 110 mil toneladas de soja dos EUA para a China, trazida pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

O financeiro também segue influenciando o andamento das cotações, com muita atenção sobre o caminhar do dólar frente ao real, além da continuidade da guerra entre Rússia e Ucrânia, os temores de recessão e seus desdobramentos.


Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas
14 visualizações
bottom of page