Soja abre a 6ª feira com valorização e se prepara para maior alta semanal desde 2004 em Chicago

Publicado em 29/07/2022

Previsões de clima quente e seco nos EUA aumentam as preocupações com a oferta

A Bolsa de Chicago (CBOT) abre a sexta-feira (29) com os preços internacionais da soja futura operando mais uma vez do lado positivo da tabela com flutuações altistas por volta das 09h11 (horário de Brasília).

O vencimento agosto/22 era cotado à US$ 16,44 com valorização de 34,75 pontos, o setembro/22 valia US$ 14,87 com alta de 30,00 pontos, o novembro/22 era negociado por US$ 14,65 com elevação de 24,75 pontos e o janeiro/23 tinha valor de US$ 14,71 com ganho de 23,75 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, A soja de Chicago teve alta nesta sexta-feira, com o mercado se preparando para sua maior alta semanal desde 2004, com as previsões de clima quente e seco no Centro-Oeste dos Estados Unidos aumentando as preocupações com a oferta.

Aqui o mercado está focado principalmente nas preocupações climáticas dos Estados Unidos”, disse Tobin Gorey, diretor de estratégia agrícola do Commonwealth Bank of Australia.

Na visão do analsita de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, são mesmo as condições climáticas nos Estados Unidos, não favoráveis para o desenvolvimento das lavouras norte-americanas, que estão sustentando estas elevações.

Na última segunda-feira, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reduziu de 61% para 59% o índice de lavouras boas ou excelentes e Brandalizze acredita que possa haver uma nova redução para 56% já na próxima segunda-feira (01).

Por: Guilherme Dorigatti

Fonte: Notícias Agrícolas

Siga-nos
  • Facebook Basic Square