Soja: Após semana de baixas muito severas, mercado toma fôlego e testa leves ganhos em Chicago

Publicado em 24/06/2022

Depois de uma semana de baixas intensas e consecutivas, o mercado da soja opera com estabilidade na Bolsa de Chicago e do lado positivo da tabela. Perto de 7h50 (horário de Brasília), as cotações subiam entre 1,75 e 3,50 pontos nos principais contratos, com o julho sendo cotado a US$ 15,96 e o agosto, US$ 15,10 por bushel. Os mais distantes seguem abaixo dos US$ 15,00.

Os traders parecem tomar um fôlego depois das perdas dos últimos dias, principalmente após o recuo de mais de 4% na sessão desta quinta-feira (24). Ainda assim, as atenções sobre as movimentações do financeiro, cruzando com os fundamentos, em especial o da demanda neste momento. E os futuros não caíram só em Chicago, mas também na Bolsa de Dalian.

A China permanece com o "freio de mão puxado" para o consumo de soja e derivados, com estoques do grão e de farelo tendo crescido expressivamente no país nos últimos três meses frente à política de tolerância zero contra a Covid-19 no país.

Apesar de toda atenção à economia global e seu crescimento comprometido, ao conflito entre Rússia e Ucrânia, o financeiro completamente avesso ao risco, o monitoramento do clima no Corn Belt e das lavouras americanas continua.

Por: Carla Mendes

Fonte: Notícias Agrícolas

Siga-nos
  • Facebook Basic Square