top of page

Soja: Mercado opera estável em Chicago nesta 3ª mesmo com forte avanço do plantio nos EUA

Publicado em 25/04/2023


Mais uma vez o mercado da soja começa o dia na Bolsa de Chicago operando com estabilidade. Perto de 7h20 (horário de Brasília) desta terça-feira (25), os futuros da oleaginosa perdiam pouco mais de 1 ponto, com exceção do maio, que subia 1,50 ponto para US$ 14,66 por bushel. O agosto tinha US$ 13,77 e o setembro, US$ 12,94.

Os traders permanecem atentos a um cenário de fundamentos que já conhecem e aguardando por novas notícias. O clima no Meio-Oeste americano tem tido cada vez mais espaço no radar do mercado, uma vez que segue avançando bem o plantio 2023/24 dos EUA.

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) atualizou os dados sobre os trabalhos de campo da safra 2023/24 e trouxe o plantio da soja concluído em 9% da área até o último domingo (23), contra 4% da semana anterior. O esperado pelo mercado era de 8%. O índice segue bem acima do mesmo período do ano passado, quando a semeadura da oleaginosa estava concluída em 3%, e acima da média dos últimos cincos anos de 4%.

O estado mais adiantado continua sendo o da Louisiana, com 41% de sua área plantada. A média plurianual estava em 25%.

No paralelo, os traders monitoram o fluxo de vendas da safra recorde do Brasil, a quebra histórica na Argentina e a demanda cadenciada da China. A recente demanda mais intensa dos EUA pela soja brasileira também entrou no radar, porém, de forma pouco significativa para mudar a tendência das cotações.


Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas
1 visualização
bottom of page